Grupos de Risco

Todos os anos a gripe afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Mas para algumas pessoas, os riscos são mais sérios e, em certos casos, podem mesmo levar à morte.

Grupos de Risco

Identificar atempadamente

Para quem está em risco, a prevenção através da vacinação pode impedir eficazmente as consequências da gripe.

Crianças

Com um sistema imunitário ainda em fase de desenvolvimento, as crianças correm um risco maior perante a exposição ao vírus da gripe. Especialmente se, para além disso, sofrerem de doenças crónicas, tais como asma ou diabetes.

  • É recomendada a vacinação em crianças apenas a partir dos 6 meses de idade;
  • Os pais devem também tomar a vacina para evitar contraírem ou disseminarem a gripe aos filhos;
  • No caso de crianças com doenças crónicas, é importante a vacinação para evitar o risco de complicações de saúde graves e potencialmente fatais.
Grupos de Risco - Crianças

Idosos

O sistema imunitário fica enfraquecido à medida que envelhecemos, daí a importância da vacinação em idosos, devido à maior suscetibilidade de contraírem gripe com consequências graves.

  • A vacinação é recomendável em idosos com mais de 65 anos;
  • A maior parte dos casos registados de gripe com hospitalizações e situações fatais provém deste grupo de risco;
  • Em associação com doenças crónicas típicas da idade (diabetes, asma, complicações renais, hepáticas e cardiovasculares), a gripe agrava a condição de saúde e torna-se uma ameaça séria e fatal.
Grupos de Risco - Idosos

Grávidas

Na gravidez, o corpo da mulher sofre alterações a vários níveis, especialmente ao nível do sistema imunitário, tornando-a mais sensível e suscetível aos efeitos provocados pelo vírus da gripe, que podem afectar não só a grávida mas também o feto.

  • A vacinação contra a gripe é o único método preventivo adequado para grávidas;
  • A vacina deve ser administrada durante a gravidez para proteção de uma eventual evolução grave da doença, como também para proteger o bebé durante os primeiros meses de vida;
  • A gripe pode provocar complicações de saúde graves ao feto. Em alguns casos, provoca o parto antes do tempo;
  • A amamentação após a vacinação contra a gripe reforça o desenvolvimento de anticorpos no bebé.
Grupos de Risco - Grávidas

Doentes Crónicos

Pessoas que sofrem de doenças crónicas são um alvo particularmente mais sensível para desenvolver complicações de saúde graves provocadas pelo vírus da gripe.

A vacinação é recomendada como método preventivo eficaz em diversos casos de doença crónica, como, por exemplo:

  • Asma e Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica;
  • Diabetes;
  • Sida;
  • Doença coronária.
Grupos de Risco - Doentes Crónicos

Profissionais de Saúde

Se é um profissional de saúde, vacinar-se contra a gripe é igualmente importante para prevenir o contágio.

Grupos de Risco - Profissionais de Saúde

Referências

http://www.saudepublica.web.pt/04-prevencaodoenca/046-Gripe/Gripe_Publico-Folheto.pdf

http://www.cdc.gov/flu/protecttkeyfacts.htm

http://www.ftu.gov/prevention-vaccination/vaccination/flugov_infographic.html

http://www.cdc.gov/flu/abouttqa/coldflu.htm

http://www.cdc.gov/flu/school/qa.htm

http://www.cdc.gov/flu/protecttwhoshouldvax.htm

http://www.webmd.com/cold·and-flu/cold·guide/ftu-cold·symptoms?page=2

http://www.healthline.com/health/cold-flu/cold-or-flu#3

Orientaçao da Direção Geral da Saúde nº 004/2016 de 23/09/2016; Vacinação contra a gripe Época 2016/2017